O Bancha com três anos 

O chá verde Sannenbancha

O chá Sannenbancha fermenta durante 3 anos. Purifica o sangue, intestinos e pele. Ajuda na diabetes, metabolismo e em problemas de coração e radioatividade.

Resumo: O Sannenbancha (em japonês, 三年番茶) é um chá verde muito especial. A sua seleção de caules mais antigos e a forma como são tostados e fermentados durante três anos lhe conferem um sabor único, levemente adocicado, torrado. Ele contém pouca cafeína e benefícios extraordinários: entre eles têm destaque a purificação do sangue, a desacidificação do organismo, melhoria de problemas dermatológicos (promissor em quadros de neurodermatite, eczema, acne, etc.), o fortalecimento do coração, melhoria da circulação sanguínea, minimização dos impactos da diabetes tipo 2, assim como de desordens relacionadas com o pâncreas, metabolismo, problemas intestinais e digestivos e purificação do sangue após consumo de drogas e bebida alcoólicas. Ele é útil em desordens do sono e na redução de radicais de oxigénio resultantes de radiação radioactiva no organismo. Este chá é particularmente adequado para grávidas e lactantes, assim como para crianças e todos aqueles que são sensíveis á cafeína. Pode ser usado também para a limpeza, na higiene pessoal, e mesmo para banhos. O Sannenbancha é o chá essencial da alimentação macrobiótica, pois após a sua preparação apresenta uma energia Yang predominante, de níveis neutros a fortes.

Bancha – o chá verde de folhas mais densas

Após o Sencha, o chá verde japonês Bancha é o segundo favorito do Japão, concentrando cerca de 10% da quantidade de produção anual. „Ban“ e „cha“ (em japonês: 番茶) significa „chá normal“ ou „chá diário“ e podem ser considerado de colheita tardia. As folhas mais densas e antigas da planta do chá são usadas para a sua produção. Ao contrário das folhas novas de primeira colheita, como as que são usadas para criar um chá de qualidade como o Sencha, estas são menos refinadas e mais simples, sendo este chá, em geral, mais barato. No entanto, ele tem ingredientes especiais e efeitos benéficos sobre a saúde, em particular, um forte efeito diurético (é um chá alcalino). O Bancha é rico em minerais e oligoelementos, e se as folhas forem consumidas após a infusão é especialmente rico em ferro, é digestivo e apresenta atividade antifúngica. O Bancha contém muito menos cafeína do que os Sencha, o Gyokuro ou o Matcha. Informações detalhadas podem ser encontradas no artigo Bancha.

Sannenbancha – o chá que fermenta durante três anos

O Sannenbancha (em japonês,  三年番茶) é um tipo de chá verde muito especial. „San nen“ significa „três anos“ e refere para a sua maturação de aproximadamente três anos. O Sannenbancha contém uma alta proporção de caules (por vezes até 100%). Além disso, este chá é torrado. O processo é consideravelmente mais longo e complicado do que a maioria dos outros chás verdes japoneses. Ele apresenta uma cor castanha escura. No Japão, o Sannenbancha é considerado uma raridade e os exemplares de alta qualidade são bastante procurados e estão freqüentemente esgotados. Fora do Japão ele é bastante raro e desconhecido do público em geral.

O Sannenbancha é considerado, como o Bancha, um chá verde japonês, e também provém da planta do chá Camellia Sinensis, variedade Sinensis. Devido à sua produção especial, é um chá fermentado e com propriedades benéficas para a saúde muito específicas e um sabor suave e terroso.

Um chá saudável e tradicional

Há séculos que o Sannenbancha é extremamente popular no Japão e é considerado um dos chás centrais da dieta macrobiótica. Especialistas e produtores de chá, assim como médicos e pacientes dos Estados Unidos, Reino Unido e França conhecem os efeitos positivos do Sannenbancha. Infelizmente, não existem ainda desenvolvidos estudos científicos para apoiar essas constatações. As informações seguintes se baseiam, portanto, em investigações de primeira-mão, desenvolvidas no Japão, e refletem opiniões e experiências pessoais com este extraordinário chá verde.

Sannenbancha – benefícios extraordinários para a saúde

Os benefícios do chá verde são comprovados por um grande número de estudos científicos. Eles mencionam uma variedade extremamente ampla de efeitos positivos para a saúde. O chá verde Sannenbancha tem um lugar especial nessa representação. As suas propriedades são excelentes para a saúde nas áreas em seguida. Ele se destaca como como purificador do sangue, além de apresentar efeitos colaterais positivos:

  • Melhor chá verde para a purificação do sangue / desintoxicante do sangue e excelente antiparasitário (desintoxicação do cólon),
  • Contribui para o afinamento do sangue e é anti-coagulante,
  • O mais desacidificante (chá essencial) de todos os tipos de chá verde,
  • Melhor chá verde para problemas dermatológicos (eczma, neurodermatite, descamação do couro cabeludo de bebês, psoríase, acne, coceira, coceira do couro cabeludo), que estão relacionados com a purificação do sangue e venenos (toxinas), principalmente em bebês e crianças.
  • Apoio e limpeza de fígado und rins,
  • Fortalecimento do coração/sistema circulatório, excelente para problemas de coração, apoio do coração,
  • Muito bom para a pressão arterial baixa (e ajuda também em casos de pressão arterial elevada),
  • Excelente para problemas intestinais (inflamações, problemas nas mucosas, indigestão, intolerâncias alimentares) e no apoio dos órgãos digestivos no geral (em especial para o intestino delgado, intestino grosso e o fígado),
  • Chá favorito dos macrobióticos (ainda mais do que os chás populares Bancha), já que após a preparação tên um conteúdo de equilíbrio neutro de Yin-/Yang com um „Yang“ pronunciado, que „aquece“ o organismo,
  • Excelente para a diabetes tipo 2 e para o apoio ao pâncreas,
  • Estimula o metabolismo. O metabolismo fortificado inativa, a anorexia e a obesidade,
  • Prevém a senilidade, apoia especialmente o raciocínio, a consciência, criatividade e memória,
  • Ajuda no caso de insônias,
  • Eficaz de certos tipos de câncer (de acordo com Dr. Naoko Miura, especialmente para a prevenção da radiação radioativa através da atenuação dos radicais de oxigênio no sangue (espécies reativas de oxigênio, ROS). De acordo com a opinião de muitos macrobiótica nos E.U.A. e Japão o Sannenbancha tem um efeito preventivo e positivo contra danos de contaminação radioativa.

O chá é especialmente recomendado para pessoas que consomem uma grande quantidade de açúcar, doces, álcool, drogas, óleos, produtos lácteos, frutas e vegetais crus. É também é muito benéfico para veganos ou vegetarianos que consomem uma grande quantidade de alimentos com uma carga energética Yin (segundo a medicina tradicional chinesa). É também útil para o tratamento de ressacas ou depois de um grande consumo de álcool. Este chá tem um feito de depuração do sangue após o consumo de drogas (cocaína, heroína, ecstasy/MDMA, anfetaminas e marijuana), especialmente no dia seguinte ao consumo.  O Sannenbancha é um dos três chás verdes básicos que são usados em combinação.

Dependendo dos benefícios que se querem retira, o Sannenbancha ele é preparado de formas diversas. Elas podem ir desde uma simples infusão até a uma fervedura durante 45 minutos (ver abaixo). É também usado como chá frio (Mizudashi) em quadros da diabetes.

Seu gosto é simples, suave, natural, confortante e marcado por um aroma torrado. Servido frio é particularmente refrescante, especialmente no verão. Com mais tempo de maceração e um temperatura mais elevada, torna-se mais espesso e completo. É apropriado como suporte terapêutico, assim como forma de prevenção prevenir, tanto para prazer quotidiano, bem como com finalidades medicinais.

O Sannenbancha, devido á sua alta proporção de caules e fermentação longa, é um chá quase sem cafeína. O mesmo acontece para a uma outra forma abundante no chá verde: o tanino. Para algumas pessoas este composto pode ter um efeito irritante nas membranas mucosas do intestino. As seus fortes efeitos positivos como um chá medicinal básico são maximizados para a prevenção geral, quando ele é misturado com outros chás tradicionais.

Kenkōcha (com Sannenbancha): O grande chá medicinal japonês

Além dos vários tipos de chá verde, uma série de outros grandes chás japonesas, excelentes pelo o seu efeito extremamente positivo sobre a saúde, podem ser encontrados no Japão. Estes são produzidos e testados no Japão e, muitas vezes, também em regiões da Ásia mais ampla durante séculos. Os seus efeitos sobre a saúde são estudados.

Enquanto que maioria das outras variedades de chá verde são consumidas geralmente sozinhas e não são adequadas para a mistura com outros chás, o Sannenbancha se conjuga bem com ervas, raízes e chás de folhas. Assim, os maravilhosos ingredientes das outras excelentes plantas medicinais com materiais exclusivos do chá verde, especialmente os flavonóides e catequinas, são absorvidos. A combinação certa de vários grandes chás produz um efeito sinérgico amplificado. Isto resulta, por exemplo, num maior apoio para os rins através da combinação de Sannenbancha, Hatomugi, da raiz Tanpoo e Yomogi.

Essas misturas medicinais dos principais chás japoneses são chamadas no Japão de kenkōcha (em japonês, 健康 茶). As misturas mais importantes são combinadas de forma sofisticada, e os efeitos do chá verde são maximizados usando os Sannenbanchas (importante: devem ser incluídas folhas de uma proporção suficiente) e doze dos chás japoneses mais importantes. Estas plantas nativas do Japão usado se harmonizam muito bem.

Estes chás são pouco conhecidos por nós, mas são bastante prestigiados no Japão: Amachazuru, Biwa, Dokudami, Genmai, Habu, Hatomugi, Kaki, Kuko, Kumasasa, Sannenbancha, Shiso, Sugina, Yomogi.

O Kenkocha

Estas misturas contêm chás medicinais únicos que são muito bem equilibrados, e que se fortalecem reciprocamente. Eles não contêm cafeína, têm um sabor harmonioso, são leves e digestíveis, e ideais do ponto de vista macrobiótico, com uma energia Yin-/Yang neutra e alcalina.  Todos esses pontos são bastante benéficos para a saúde. Nestas misturas se combinam alguns dos chá medicinais para a prevenção de doenças e para o bem-estar e saúde em geral. O chá pode ser consumido perfeitamente de manha, á noite e em grandes quantidades. Esses são os chás medicinais mais importantes do mundo. 

Fermentação durante três anos – a origem dos efeitos benéficos

No centro dos benefícios extraordinários do Sannenbancha está o seu processo de fermentação que se desenvolve durante três anos. O número três representa um papel muito importante em vários processos de fermentação de alimentos medicinais japoneses. A fermentação de três anos do miso, por exemplo, que lhe confere um sabor e compostos especiais, desenvolve também efeitos que são valiosos para a saúde. É especialmente importante, no entanto, que se selecione um chá orgânico, sem pesticidas, caso contrário, o processo de fermentação pode ser severamente perturbado.

Ele desenvolve um sabor a Umami,  que se assemelha a uma proteína animal (Hacchomiso). O mesmo ocorre com o molho de soja, que após três anos de fermentação também desenvolve um sabor encorpado e efeitos benéficos. O mesmo acontece com o chá verde. Os efeitos do Gyokuro e do Matcha são reconhecidos (e chamados Kuradashi), e particularmente apreciados pelos especialistas em chá. Também o chá branco, tal como é descrito num antigo provérbio chinês, somente após a maturação de três anos é usado de forma medicinal em muitas doenças específicas (por exemplo, no sarampo).

A preparação do Sannenbancha depende da utilização

O Sannenbancha é preparado de diferentes formas, a fim de otimizar os seus efeitos.  Ele pode ser preparado como chá frio (Mizudashi), ou na regracomum de „60° C durante 2 minutos“ ou pode ferver até 45 minutos. Todos os detalhes são apresentados no artigo de preparação do Sannenbancha.

O sabor do Sannenbancha

O Sannenbancha tem um gosto suave, simples e muito reconfortante. Ele é muito apreciado com ou após a refeição no Japão e suporta o processo digestivo. O chá tem um umami especial que é uma reminiscência do umami de alta qualidade, do molho de soja fermentado ou do miso. Ele é mais suave do que Hojicha e muito mais leve do que o Bancha. A sua cor é marrom escuro. Quando utilizado um tempo de maceração é prolongado ou são induzidas altas temperaturas, o sabor torna-se amargo.

A história do Sannenbancha

Segundo a tradição, os monges chineses trouxeram o método de preparação da Sannenbancha da dinastia Tang (618-907. Chr.) para o Japão. Por isso, está na origem de uma invenção chinesa, como são a maioria das realizações da história do chá.

Ele consiste na colheita das folhas mais velhas e caules de chá selvagem nas estações frias (colheita de outono ou inverno do Bancha,em japonês:. 秋冬 番 茶) e cortá-las em pequenos fragmentos. Elas são, em seguida, torradas em um forno de chá (茶壺), e o resultante é selado com várias camadas de papel japonês. O chá é armazenado num celeiro e fica em maturação durante três anos. Subsequentemente, pode ser removido e preparado, conforme necessário.

O chá foi preservada pelo família Tsunajiro em Kumamoto (Kyushu). Esta família apoiou o fundador da macrobiótica George Ohsawa.

Preparação do Sannenbancha

Existes métodos variados para a produção de Sannenbancha. Isto acontece devido a diferenças regionais tradicionais na produção do Bancha, mas também porque nem todos os agricultores de chá querem pagar o custo total da produção.

O processo de fabrico ideal é o seguinte: existem folhas e causes (com mais de três anos) que representam na colheita apenas as folhas mais velhas e os velhos caules de chá. Não é incomum para os agricultores de Sannenbancha comprarem o produto certo a outras fazendas de chá, uma vez que as folhas são especiais e os caules são limitados.

Posteriormente, elas são, como de costume, levemente vaporizadas como o chá verde japonês, para evitar a oxidação. O chá é depois cortado em pequenos fragmentos e seco. Durante o processo de secagem hoje, normalmente, máquinas especiais são utilizadas. Tradicionalmente, no entanto, elas secavam ao sol, que ainda apurava melhores qualidades.

A característica essencial na produção de Sannenbancha são os três anos subsequentes no amadurecimento do chá. Devido à escassez de chá, não é incomum que os agricultores de chá encurtem o tempo até o vencimento de 1-2 anos. No entanto, este produz efeitos na saúde significativamente mais baixos.

Num último passo, o chá é sujeito a um processo de torrefacção. Também o chá verde Hojicha é torrado da mesma forma, mas é geralmente a partir de folhas jovens e caules num menor número de hastes em relação às folhas e não é fermentado. Idealmente, as folhas e caules são torrados separadamente, caso contrário, eles alcançam resultados diferentes de torrefação no caso do Sannenbancha. Por este motivo, alguns agricultores de chá usam 100% dos galhos. Na perspectiva da saúde, é benéfico consumir alternadamente Sannenbancha com uma proporção significativa de folhas ou com hastes.

As hastes do Sannenbancha

Dependendo do fabricante, o chá pode ter mais ou menos talos e a sua proporção com as folhas variam. Numa perspectiva de saúde, recomendamos alternar um Sannenbancha com uma proporção significativa de folhas de 20-40% e um Sannenbancha de hastes exclusivamente (100% hastes). Quanto maior for a proporção de hastes, menor é o teor de cafeína e mais forte será a energia Yang. Para as diferentes aplicações de saúde, é recomendado que se tome alternadamente e de diferentes formas.

Sannenbancha (100% Stängel)

Sannenbancha (100% caules)

Sannenbancha mit Blätteranteil

Sannenbancha com folhas

As diferenças ente o Hojicha e o Sannenbancha

Os chás verdes Hojicha e Sannenbancha são bastante similares. Ambos utilizam um Bancha grosseiro, isto é colhido a partir de folhas posteriores. Ambos Hojicha  e Sannenbancha são torrados e os seus processos de fabrico resultam em aromas intensos e boa digestabilidade. A principal diferença, no entanto, é que, no Sannenbancha apenas folhas muito velhos e as hastes são utilizadas e uma fermentação de três anos é realizada.

Os fabricantes de topo do Sannenbancha no Japão estão considerando sua alta qualidade e devido á crescente demanda, frequentemente vendida no contexto dos efeitos de saúde específicos. Alguns agricultores começaram assim a deixar o chá amadurecer apenas 1-2 anos, mas isto reduz significativamente os seus efeitos extraordináros.

Regiões do Sannenbancha

As regiões de produção do Sannenbancha mais importentes são Kyoto (especialmente Uji), Kumamoto, Shizuoka, Kagoshima, Mie, Nara e Shiga.

Os Sannenbancha de alta qualidade

As melhores qualidades são produzidas usando as folhas mais antigas do Bancha e os caules inferiores das plantas do chá. Aqui aplica-se o mesmo que para os restantes chás verdes: o solo certo, no local certo e um clima adequado são essenciais para a alta qualidade. Como pré-requisito absoluto para obter os benefícios para a saúde é essencial a seleção de chás de qualidade orgânica, de cultivo sem pesticidas. Esse tipo de processos interfere com a fermentação de forma significativa. Tal como a secagem ao sol, que é importante considerar, em vez da utilização de uma máquina de secar – mas que é mais raro no mercado. Isso é especialmente importante quando o Sannenbancha amadureceu durante três anos e as folhas e caules são torrados separadamente. Idealmente a forma de assar este chá é com a utilização de uma fogueira de carvalho castanho japonês (em língua latina chamada acutissima; em inglês, carvalho dente-de-serra). Ele garante uma torrefação particularmente uniforme. No entanto, infelizmente, hoje é mais popular a torrefação com maquinaria elétrica ou radiação infravermelha forte.

A composição do Sannenbancha

O Sannenbancha apresenta componentes similares ao Bancha, especialmente no que diz respeito aos seus reconhecidos flavonóides, no entanto, uma grande parte, particularmente saudável, consiste em polissacáridos (benéficos para o metabolismo e diabetes tipo 2). Eles não são estáveis no calor e requerem preparação com água fria para manter a sua integridade. Além disso, o chá contém provitamina C, um precursor da vitamina C, que ao contrário, não é sensível ao calor e mesmo quando é assada não é danificada. O Sannenbancha também contém as reconhecidas catequinas do chá verde, mas mais pronunciadas e em menor quantidade. Os taninos, que podem causar irritação no sistema digestivo e na mucosa do intestino, tal como aumentar a carga do fígado, e a cafeína, existem em menor quantidade, devido à alta proporção de colmos e á fermentação.

O Sannenbancha e a cafeína

O Bancha tem cerca de 1,5-2% de cafeína – de conteúdo na massa seca –  já significativamente menos cafeína do que o Sencha de primeiro cultivo, que tem cerca de 2,3 a 3,2%. Por outro lado, o Sannenbancha, tem um teor ainda mais elevado de caules o que resulta na perda de uma grande porção da cafeína a partir da fermentação de três anos. O teor de cafeína de um Sannenbancha com bastante folhas é significativa. De acordo com estimativas é de apenas 0,5%. Quando a porção é apenas de hastes chega mesmo quase a 0%. Assim, ele contém ainda menos cafeína do que o chá Kukicha e Hojicha. O Sannenbancha é chá verde japonês com menor quantidade de cafeína e é considerado extremamente bem tolerado e suave. Ele também pode ser consumido por mulheres grávidas e lactantes, crianças pequenas e pessoas sensíveis á cafeína. Uma perspectiva do teor de cafeína em chás individuais e outras bebidas podem ser encontradas no artigo sobre cafeína.

Sannenbancha: o chá mais importante da macrobiótica

O precursor da macrobiótica moderna Yukikazu Sakurazawa (em inglês, George Osawa), era um grande apreciador do Sannenbancha, que tem na sua base um equilíbrio perfeito entre as energias Yin e Yang. O tipo de energia predominante depende do modo de preparação.

O termo japonês para macribiótica é „shokuyo“ (食養). O Sannenbancha pode ser traduzido como Shokuyocha (jap.: 食養茶), ou Shokuyobancha (jap.: 食養番茶), que significa chá macribiótico. Hoje, a produção do chá alterou ligeiramente, mas o princípio é o mesmo. O Bancha, e especialmente o Sannenbancha, são considerados chás essenciais na alimentação macrobiótica.

A macrobiótica é baseada – como muitos outros regimes alimentares e filosofias curativas – na sabedoria chinesa do equilíbio das energias Yin e Yang. Apenas quando o Yin e Yang estão equilibrados no organismo, é possível obter equilíbrio e harmonia na saúde, mantendo uma temperatura mais aquecida ou esfriada. Os Estados Unidos, Canadá e Reino Unido são os países onde a filosofia macrobiótica é mais popular, mas agora também é cada vez mais popular no Japão, sendo relatado que até mesmo a família imperial a segue estritamente.

Sannenbancha: uma forte energia yang

Segundo o regime macrobiótico, cada alimento contém um tipo de energia, ou yin (frio, feminino, expansivo) ou yang (quente, masculino, pesado e contraído).

O chá verde é geralmente considerado bastante Yin, e segundo a medicina tradicional chinesa, „arrefece“ o organismo. Em relação aos vários tipos de chá, ele não cresce muito. A energia yin é mais pronunciada nas folhas jovens e nos brotos da planta do chá primeira colheita. Este é o caso, por exemplo, dos tipos Gyokuro, Matcha e Sencha de primeira colheita. As mais tardias e com folhas mais densas, como o Bancha, têm um conteúdo yin e zang mais equlibrado. Os chás com mua proporção maior de caules, como o Kariganes e o Kukicha contêm mais energia yang. Também os chás torrados, como o Hojicha (levemente yang), e também o Genmaicha (com um conteúdo de arroz torrao, marcadamente yang) são mais yang. O Sannenbancha depende da preparação e proporção de folhas para ser mais yin ou yang. O Sannenbancha é mais yang, quanto maior a sua proporção de folhas com mais de três anos, se consistir apenas de hastes, ou se  for torrado e fermentado durante 3 anos.

Esta propriedade fortemente yang é benéfica para a saúde de pessoas com excesso de yin. Segundo a dieta macrobiótoca, a energia Yin pode ser encontrada nos seguintes alimentos: café, álcool, açúcar, chocolate, aditivos químicos, frutas, chá, leite, iogurte, cereais refinados, produtos processados, vegetais de folhas verdes, etc.). Por conseguinte, uma dieta equilibrada, stress e certas doenças conduzem a excesso de yin. Também é importante ter atenção para que as dietas veganas ou vegetarianas, supostamente muito saudáveis,  fiquem sobrecarregadas com excesso de Yin. Isto acontece quando uma grande quantidade de vegetais de folhas verdes, frutas, laticínios e chás marcadamente Yin são consumidos.

A aborgadem macrobiótica também defende que é essencial para manter a saúde, distribuír vários tipos de chá verde durante o dia. No „kit-base“, são recomendados os essenciais Gyokuro e Sencha, chás yin (de  manhã e de tarde). Eles devem ser equilibrados com um chá yang, como o Bancha ou o Genmaicha. Um chá especificamente yang, como o Sannenbancha deve ser consumido á noite, para equilibrar as energias. Desta forma, a grande quantidade de chá verde yin não se torna demasiado agressivo para o organismo, mas torna-se harmonioso em combinação com chás de caráter yang.

As pessoas que sofrem de um deseuilíbrio de yin excessivo podem recorrer ao chá Sannenbancha para reequilibrar as energias do organismo. Esse efeito pode ser melhorado (ver receitas abaixo) pela adição de outros alimentos, especialmente fermentados e medicinais japoneses, como o  sal natural, molho de soja, miso, umeboshi, gengibre, fermentados durante três anos.

Receitas saudáveis especiais com Sannenbancha, e segundo a macrobiótica

Para reforçar a carga de energia Yang e evitar doenças específicas, a macrobiótica oferece algumas receitas especiais com Sannenbancha e outros ingredientes fermentados e naturais.

Estes são especialmente recomendado para os seguintes problemas:

  • Metabolismo lento, anorexia, organismo frio;
  • Perda de apetite;
  • Má digestão (pouca absorção de nutrientes);
  • Espasmos intestinais;
  • Problemas de estômago;
  • Problemas de coração,
  • Gripe;
  • Pressão arterial baixa;
  • Flatulência;
  • Reumatismo;
  • Espasmos mentruais;
  • Acidez;
  • Insonia;
  • Infeções oculares, olhos cansados,
  • Ressaca (álcool e drogas).

As recomendações individuais pode ser encontradas no artigo: „Sannenbancha, receitas macrobióticas“.

Dicas importantes para comprar o chá Sannenbancha

Ao comprar o chá Sannenbanchas deve ter atenção aos seguintes aspetos:

  • Maturação completa e fermentação durante três anos,
  • Orgânico ou livre de pesticidas agrícolas, uma vez que eles impedem a fermentação,
  • A fazenda de chá deve ser livre de pesticidas por muitos anos,
  • De preferência comprar dois chás diferentes, um só com hastes, e outro com uma proporção significativa (20-40%) de folhas,
  • Regiões aconselhadas: Uji, Shizuoka, Kumamoto, Kagoshima,
  • Assados em assador aberto de carvalho japonês castanho e seco ao sol (mas ambos são quase impossíveis de encontrar, assim, verificar com cuidado a usinagem),
  • Processo de torragem separa caules e folhas e as processa em separado,
  •  Colheita apenas dos caules e folhas mais antigas (3 anos) da parte inferior da planta do chá.

Referências

 1 Kushi, Michio; Excerpt from Macrobiotic Home Remedies, ed. Marc Van Cauwenberghe, M.D. ‘’, Japan Publications, Inc., 2005

2 Omori, Kazue; Karadano shizenchiyuryokuwo hikidasu shokuji to teate, Tokyo: Soleil Publishing, 2000




Schreib einen Kommentar