A preparação do Sannenbancha

 

A preparação do Sannenbancha

A preparação (tempo de infusão, dosagem e temperatura da água) do chá verde Sannenbancha dependendo da sua aplicação.

Os vários métodos de preparação do Sannenbancha segundo a aplicação

A preparação do Sannenbancha é semelhante á do chá verde (água a uma temperatura de 60 °C, durante 2 minutos). Para aplicações medicinais o tempo de preparação pode ser prolongado e a temperatura diminuída, ou até mesmo uma preparação de água fria (Mizudashi) pode ser utilizada. As recomendações de preparação específicas e as respectivas aplicações são demostradas no artigo 

1. Para o melhor sabor e para a manutenção da saúde em geral

Para uma melhor experiência de sabor e para manter a boa saúde em geral, o Sannenbancha pode seguir a mesmas regras de preparação do chá verde, ou seja, uma temperatura de água de 60°C com uma infusão de dois minutos. A dose de 1 colher de chá a 1 colher de sopa para 0,3l de água é suficiente. Assim se obtém um chá bastante completo, com um paladar com um sabor quente, com notas leves de noz  e harmonioso do início ao fim.

Ele deve ser bebido o mais rápido possível após a preparação e é menos adequado para um armazenamento prolongado. Arrefecido numa garrafa de vidro na geladeira por várias horas, ele mantém-se muito fresco e é uma boa variação para o verão. No entanto, quando arrefecido ele não contém tantos benefícios como quando quente. Este chá pode, no entanto, ao contrário de outros tipos de chá verde, ser mantido quente numa garrafa térmica ou um aquecedor de chá durante uma a duas horas.

Para a manutenção da saúde em geral, o Kenkocha (mistura dos principais chás japoneses com Sannenbancha, quase descafeinado) é um dos chás medicinais mais recomendados.

2. Problemas do sono e ajuda para adormecer

O Sannenbancha cria harmonia no organismo e oferece efeitos bastante relaxantes em casos de nervosismo. Assim, ele ajuda bastante em casos de distúrbios do sono leves, e ajuda também a conseguir um sono mais relaxado. Para uma utilização esporádica, pode ser administrada a seguinte receita:

  • 0,2-0,3l água a ferver por porção,
  • 1 colher de chá de Sannenbancha (de preferência apenas caules),
  • 5 minutos de infusão, e beber rapidamente, enquanto ainda quente.

Se os problemas de sono se prolongarem, se aconselha uma cura de chá. Veja, por favor, as recomendações do parágrafo 5, abaixo. Se sugere ainda a utilização do chá GABA, nestes casos.

3. Chá frio para o verão, para a diabetes e desordens metabólicas

Interessante em termos de sabor e bom para variar são os chás frios, chamados no Japão de Mizudashi. Esta variante é especialmente refrescante e gostosa no verão. Sugerimos que se utilizem três colheres de sopa bem cheias do chá num litro de água á temperatura ambiente. Após uma hora de infusão, o chá pode ser colocado numa jarra de vidro, que é guardada na geladeira. Para a preparação sugerimos ainda a utilização de um recipiente de vidro Mizudashi, tradicional do Japão, com filtro embutido. Pode-se colocar o chá no recipiente Mizudashi, verter a água e colocar o mesmo na geladeira. Depois de cerca de 1-1,5 horas o chá pode ser apreciado diretamente.

O chá frio tem um sabor excelente e é bastante refrescante. Uma vez que ele não tem cafeína e, devido aos seus muitos polissacarídeos valiosos ter um sabor ligeiramente doce, é mais adequado para as crianças. Você pode até mesmo refiná-lo um pouco com mel orgânico, limão ou baunilha. O chá deve ser bebido nesta preparação dentro de algumas horas.

A preparação do chá frio tem a „desvantagem“ de, quase não conter certos ingredientes – como as catequinas e outros polifenóis. Por outro lado, valiosos ingredientes que são sensíveis ao calor são preservados. Entre eles estão os polisaccárideos, óleos essenciais e vitamina C. Em estudos japoneses sobre o Bancha foi provado que os polissacarídeos são particularmente benéficos para a diabetes tipo 2. O mesmo de comprovou para os problemas de metabolismo. No caso destas desordens, é aconselhável beber chá frio diariamente (pelo menos 0,3-0,5 litros, de preferência de manhã) e cerca de um a dois litros Sannenbancha morno. Esta preparação é explicada no parágrafo seguinte.

4. Preparação para limpeza do sangue, como desintoxicante, para intestinos, acidez e pressão arterial baixa

Dependendo dos problemas de saúde, o Sannenbancha também é apropriado para consumo a temperaturas mais elevadas, com um tempo de infusão de até 40 minutos de ebulição. Além disso, o chá pode ainda ser preparado com água a ferver. No entanto, estas práticas tornam o chá mais amargo.

Como receita para uma desintoxicação ligeira, limpeza do sangue, desacidificação do sangue, pressão arterial baixa e para problemas gerais dos intestinos (ligeiras inflamações, irritações das mucosas, intolerâncias alimentares) o seguinte é aconselhado:

  • 15 g Sannenbancha (o que corresponde a três colheres de sopa bem cheias),
  • 1 litro de água,
  • ferver numa chaleira ou num pote de chá e em seguida, deixar em infusão por 5 minutos
  • consumir rapidamente.

A partir do chá recém-preparado uma metade deve ser tomada em pequenos goles. A outra metade deve ser vertida para um termo e bebida ao longo do dia. Ele pode voltar a ser aquecido. A preparação deve ser consumida dentro de 12 a 24 horas. A quantidade específica de um litro representa o mínimo para aplicações médicas. Mas melhor ainda seria até dois litros por dia.

O chá é também bastante benéfico para a lavagem da pele (várias vezes por dia) ou para um banho.

Nota: Mesmo com a pressão arterial elevada é o Sannenbancha pode ser consumido sem problemas. Ele também ajuda nestes casos, ainda que ligeiramente.

5. Preparação para problemas de saúde mais graves

Para as enfermidades descritas acima, mas de forma mais pronunciada, ou no caso de necessidade de uma limpeza do sangue – especialmente para problemas da pele e doenças associadas com toxinas, acidificação e falta de limpeza de sangue se combinam (neurodermatite, eczema, acne, eczemas, etc.),em casos de abuso de álcool e uso de drogas – e, em particular, pressão arterial baixa, é aconselhável deixar o chá em vez de 5, mesmo até 45 minutos para ferver em fogo baixo.

A duração da fervura deve ser feita segundo a dificuldade do problema. Quanto mais pronunciado o problema, maior o tempo de fervura. No entanto, esse tempo não se deve prolongar mais de 45 minutos. Durante o consumo é aconselhável acompanhar de perto a forma como o chá fica. Quando existem fortes reações iniciais, o tempo de fervura deve ser reduzido até que o efeito seja agradável.

Para esta aplicação devem ser bebidos 1,5 a 2 litros diariamente até uma clara melhoria dos problemas. Deve-se ter o cuidado de beber, durante esta cura, além da abundância de chá fresco, água em dobro, de modo a que as toxinas possam ser expelidas.

O Sannenbancha pode beber preparados para todo o dia e durante o dia (até cerca de 24 horas). Ele é considerado uma das exceções do chá verde. Pode ser colocado num jarro ou numa chaleira e ser reaquecido.

Além disso, o chá pode ser bebido frio. Quando quente para beber oferece um efeito total significativamente melhor para a saúde.

Após o tratamento com um tempo de fervura longo, ou quando os problemas são reduzidos significativamente, é recomendado que se retorne á forma de preparação de fervura de 5 minutos (ver parágrafo 4 acima). Quando todos os problemas estão curados, é recomendado mudar para a preparação de 2 minutos e 60°C (ver ponto 1, acima).

Problemas de pele podem ser tratados com lavagens quentes com este Sannenbancha. Isto pode mesmo ocorrer várias vezes por dia. Outra utilização útil é o uso do chá Sannenbancha no banho.

Para a preparação do Sannenbancha apenas água doce e limpa deve ser utilizada, em geral, como para todos os tipos de chá verde.

Yin und Yang segundo a preparação

A preparação de um chá Sannenbancha com utilizando água fria e um proporção significativa de folhas tem uma expressão baixa de Yin. Em contraste, com a infusão de 60°C de água quente e um tempo de maceração de 2 minutos, ele concentra energia Yang. O teor de Yang aumenta com o tempo de cozedura até 45 minutos. Quando utilizados os caules apenas, a energia Yang é maximizada.

O Sannenbancha como adubo orgânico

Após a infusão de chá, o Sannenbancha, devido aos seus muitos minerais e oligoelementos pode ser perfeitmente usado como adubo orgânico nas plantas de um jardim ou varanda. As suas folhas secam mais rápido do que o chá normal e, em seguida, exalam um perfume muito agradável.




Schreib einen Kommentar